Skip to content

O Centro de Pesquisa e Conservação de Fauna do Estado de São Paulo (CECFau), abriga as áreas técnico-científica da Fundação Zoológico de São Paulo. Essa área é composta pelo Departamento de Pesquisas Aplicadas e Departamento de Fauna Silvestre; Departamento de Veterinária; CRAS-PET e Programas de Conservação, sendo estes gerenciados no Departamento de Fauna Silvestre em Araçoiaba da Serra – SP.

DEPARTAMENTO DE FAUNA SILVESTRE
(DEPFau)

Inaugurado em 2015, o atual Departamento de Fauna Silvestre (DEPFau) do Centro de Pesquisa e Conservação de Fauna do Estado de São Paulo, foi concebido pelo Conselho Diretor e pelos técnicos da Fundação Zoológico de São Paulo, sendo viabilizado exclusivamente com recursos financeiros próprios, arrecadados pela atividade de visitação da FZSP. Trata-se de um local voltado à pesquisa e manejo de fauna silvestre ameaçada de extinção. O local escolhido como sede é uma área de 80 mil m², em Araçoiaba da Serra/SP.
Imagem decorativa - FOTO: FLAVIO AUGUSTO TORRES
Imagem decorativa - FOTO: FLAVIO AUGUSTO TORRES

As espécies tidas como prioritárias para conservação ex situ foram selecionadas considerando a necessidade de aumento populacional por meio de programas de reprodução e focadas nos programas de reforço de populações na natureza. A lista de espécies prioritárias indicadas pelo Programa de Manejo Ex Situ da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), em parceria com o Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio), também é considerada para a seleção de espécies. Atualmente, o centro direciona suas atividades nas seguintes espécies: mico-leão-preto, mico-leão-de-cara-dourada, sagui-da-serra-escuro, arara-azul-de-lear, tamanduá-bandeira e perereca-pintada-do-rio-pomba.

O DEPFau busca avançar e se consolidar nas atividades de conservação de espécies ameaçadas, realizando investimentos em programas integrados e pesquisas aplicadas. A maior perspectiva é seguir contribuindo no combate à extinção das espécies da fauna brasileira.